quarta-feira, 21 de abril de 2010

Prospecção Mineira

Prospecções são trabalhos geológicos e mineiros usados para conhecer as propriedades de jazidas naturais, através de recolha ou de processos para definir amostras geológicas. Uma vez que não existe garantia que a zona pretendida a ser explorada, seja economicamente viável, é necessário que a prospecção seja feita pelo menor custo possível (tem de ser a etapa de vida de uma mina com menor custo associado). Existem 4 tipos principais de prospecção:

· Geofísica;

· Geoquímica;

· Geológica;

· Detecção Remota.


A Prospecção Geofísica é do tipo indirecto e normalmente é a mais económica. Existem várias formas de o fazer como detecção por: anomalia magnética; radiação gama; indução de ondas sísmicas (esperando pelo retorno da onda ao embater na zona de recurso, se existente); variação de gravidade (sabe-se que quanto mais denso o solo, maior é a variação de gravidade do local para positivo, podendo-se concluir que existe uma zona de recurso se tal acontecer); e resistividade eléctrica (dependendo do recurso existente pode-se concluir a sua presença, pelo o corpo ser condutor ou não).

A Prospecção Geoquímica permite-nos descobrir determinados minerais devido à sua cor no espectro e devido à distribuição de determinados elementos químicos nas zonas pretendidas a exploração.

A Prospecção Geológica é feita através de sondagens (recolha de amostras do local em forma de cilindro, para estudo em laboratório).

Fig.1 - Amostras de uma sondagem.

Por último, a Detecção Remota é feita através de aviões ou satélites, para recolha de informação sobre o local pretendido.

Sem comentários:

Enviar um comentário